Networking: como criar uma rede de contatos do zero e começar a vender?

Uma tarefa fundamental para quem trabalha com vendas é desenvolver laços com diferentes grupos e pessoas, especialmente potenciais clientes. Ao criar uma rede de contatos, você terá uma base mais forte para suas vendas. A questão é: como começar?

Esse é um desafio pelo qual todos os vendedores e empreendedores deverão passar ao iniciarem suas carreiras. É, também, um dos mais difíceis, já que o número de contatos necessário para sustentar um negócio costuma ser bem grande. E a forma como eles devem ser nutridos nem sempre é intuitiva.

Para ajudá-lo nesta tarefa, trouxemos aqui 4 passos simples para criar uma rede de contatos e desenvolvê-la desde o começo. Acompanhe:

1. Marque presença nas redes sociais

Esse é um passo simples e obrigatório. Ter uma página em uma ou mais redes sociais é fundamental para qualquer empresa que pretenda alcançar a maior parte do seu público.

Considere esse um dos pontos centrais para adquirir todos os seus primeiros contatos, servindo como uma de suas listas.

A principal vantagem das redes sociais é seu custo baixo. Não é necessário mais do que 1 hora do seu dia para começar, sem nenhum investimento extra. À medida que você notar o crescimento da sua página, pode iniciar pequenas campanhas pagas.

2. Conecte-se a outros círculos

Restringir-se a uma zona de conforto é uma péssima forma de criar uma rede de contatos. Como você já tem uma página para redirecioná-los, comece a buscar palestras, eventos e outras reuniões onde possa encontrar outros grupos similares a você.

Não é necessário desenvolver um relacionamento muito próximo. Basta garantir que eles saibam da sua existência e trocar informações.

Esse conceito é chamado de “laços fracos”. São contatos que rendem um benefício mútuo, mas que não exigem grande investimento de nenhuma das partes.

Lembre-se de prestar pequenos favores e passar alguns recados e certamente terá a mesma cortesia em troca.

3. Elenque aqueles com maior potencial

Nos últimos dois passos, você já conseguiu fazer sua pequena lista crescer um pouco. Mas, além de criar uma rede de contatos, você também deve decidir em quais deles focar.

É impossível para uma única pessoa lidar com todos os possíveis clientes e parceiros. O melhor que se pode fazer é focar naqueles que trarão mais benefícios em menor tempo.

Para facilitar essa escolha de prioridades, você deve sempre fazer uma pesquisa de mercado. Converse com seus contatos, busque informações sobre o seu perfil de comprador e avalie quais deles têm maior potencial de compra.

4. Seja paciente e cordial

Da mesma forma que em uma conversa informal, criar uma rede de contatos envolve espontaneidade mútua.

Ou seja, o seu futuro contato deve concordar com a sua aproximação e fornecer suas informações voluntariamente. Forçar uma venda, assim como um contato, apenas prejudica sua reputação e consome o seu tempo de trabalho.

Caso alguém rejeite seu primeiro contato, não se intimide. Apenas deixe seu cartão e dê à pessoa espaço para pensar. Se ela quiser mesmo o seu produto, entrará em contato por conta própria em algum momento.

Agora você já entende um pouco melhor como criar uma rede de contatos. Se quiser continuar recebendo nossas dicas, assine nossa newsletter e receba nossas novidades em primeira mão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This